#pasep #pis #abonosalarial #c #coronavirus #covid #contabilidade #caixa #advocacia #advogados #cofins #cgsn #bil #oab #auxilio #cdc #pandemia #fgts #inss #direito #emprestimo #governofederal #iss #trabalhador #direitodoconsumidor #contratohabitacional #dito #creditoconsignado #lculo


 O Saque do abono salarial PIS/Pasep que seria liberado no mês que vem, foi adiado para 2022. A decisão ocorreu após reunião entre representantes do governo, dos trabalhadores e das empresas do Conselho Deliberado do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat).

O cronograma de pagamentos do PIS destinado aos trabalhadores do setor privado e o Pasep pago aos servidores públicos, sofreu uma mudança.


Segundo informações da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, a mudança foi necessária para evitar o descumprimento de regras contábeis e financeiras. O adiantamento do pagamento do abono salarial vai render ao governo uma economia de R$ 7,45 bilhões em 2021.

Funcionamento do PIS/Pasep

Normalmente o abono salarial começa a ser pago no segundo semestre de cada ano, terminando no primeiro semestre do ano seguinte. O calendário é elaborado conforme a data de nascimento do trabalhador, no caso do PIS, e o Pasep é obedecido o dígito final da inscrição do servidor público.

Por determinação do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), a partir do ano que vem o abono salarial deverá ser pago sempre no primeiro semestre. O próximo calendário de pagamento só será divulgado em 2022. Existe a expectativa de o trabalhador ter acesso ao dinheiro em fevereiro do ano que vem.

Exigências para receber o PIS/Pasep

  • Ter trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias no ano base do calendário;
  • Ter recebido, no máximo, dois salários mínimos por mês, em média;
  • Estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • É preciso que a empresa onde trabalhava tenha informado os dados corretamente ao governo.

Como ficarão os saques em 2022?

Segundo o Codefat, em 2022, o trabalhador não vai receber dois saques no ano, e sim um referente ao calendário de 2020 e o outro referente a 2021, permitindo que o trabalhador receba tudo no mesmo ano.

Sendo assim, o calendário do abono salarial referente a quem trabalhou em 2020 será pago em 2022, o calendário de 2021 em 2023 para todos os beneficiários e assim sucessivamente.


#o #saopaulo #abono #pagamento #brasil #servidorpublico #lculorevisional #pericia #per #ciacont #cart #odecr #irpj #libera #direitoporamor #peritafinanceira #servidorespublicos #trabalhadores #periciatrabalhista #periciafinanceira #ksl #policial #codigodefesaconsumidor #alphajuris #comunicado #corre #diadoadvogado #justi #a #servidor

Leave Comments

Postar um comentário