Calendário do INSS: Veja quem recebe o benefício nesta semana?

Conforme o calendário de pagamentos, esta semana recebem todos os segurados que ganham um abono superior a um salário mínimo.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), continua depositando as mensalidades dos benefícios referente ao mês de julho. Conforme o calendário de pagamentos, esta semana recebem todos os segurados que ganham um abono superior a um salário mínimo.

Com relação ao calendário dos aposentados e pensionistas que recebem até um piso nacional do INSS, ainda esta semana receberão os contemplados com o NIS terminado em 6, 7, 8, 9 e 0, encerrando assim o ciclo de julho.

Através dessa metodologia, o INSS distribui os salários equivalentes aos benefícios da previdência social, sendo eles:

  • Aposentadoria especial;
  • Abono anual ou décimo terceiro salário;
  • Aposentadoria por idade;
  • Auxílio doença;
  • Aposentadoria por tempo de contribuição atingido;
  • Aposentadoria por invalidez;
  • Auxílio Reclusão;
  • Benefício assistencial ao idoso e ao deficiente (LOAS);
  • Auxílio acidente;
  • Pensão por morte;
  • Reabilitação profissional;
  • Salário-maternidade;
  • Salário-família.

Além dos calendários tradicionais do Instituto, está em vigor o cronograma destinado aos beneficiários que entraram com ações judiciais contra a autarquia solicitando a revisão ou concessão de algum benefício. Confira:




Calendário do INSS em 2021

Para benefícios de até um salário mínimo:




Para benefícios superiores a um salário mínimo:





Pente fino do INSS

A partir deste mês, os beneficiários do INSS passarão pelo pente fino. A ação tem como objetivo identificar os abonos previdenciários que estão sendo pagos indevidamente.

A medida focará nos segurados que recebem o benefício por incapacidade temporária, o antigo auxílio-doença, especificamente aqueles que não possuem data para rompimento ou reabilitação profissional.

De acordo com informações, este grupo é formado por cerca de 170 mil cidadãos, que devem agendar a prova de vida caso sejam convocados. Também deve ser incluída no pente fino, a revisão administrativa e de rotina do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

O pente fino será realizado até dezembro, e os aposentados e pensionistas que forem notificados pelo INSS devem regularizar a situação mediante o agendamento da perícia médica e da atualização dos dados cadastrais em um prazo de 30 dias.

Caso a regra não seja cumprida, o salário estará sujeito a suspensão ou cancelamento, tendo o beneficiário que enviar um novo requerimento ao Instituto alegando o desejo de voltar a receber o salário previdenciário.

Prova de vida do INSS

A prova de vida é um procedimento obrigatório do INSS, no qual todos os beneficiários do Instituto devem comprovar que ainda estão vivos e apitos para receberem o benefício previdenciário.

Os procedimentos devem ser realizados conforme o calendário ou solicitação do INSS. Na última semana, foi encerrado o prazo para a perícia médica dos segurados que estavam irregulares.

A ação costuma ser realizada nas próprias agências bancárias onde os beneficiários recebem seus abonos. Em síntese, o processo é bem simples, basta realizar qualquer transação no caixa eletrônico, como um saque, depósito e transferência para garantir a manutenção do recurso.

Entretanto, se por algum motivo a prova de vida não for realizada, o segurado terá o benefício previdenciário suspenso ou cancelado até que a situação seja regularizada.


teste